RSS Facebook Twitter

terça, 24/05/2016
Tabela Salarial SEED 2011

NEWSLETTER

Receba nossas novidades e atualizações do site em seu e-mail:

Name:

Email:

Últimas Notícias

Empregados da Emsetur definem o acordo coletivo 2016-2017

             Os servidores da Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur) estiveram na sede do sindicato nesta terça, 24, para discutir o acordo coletivo 2016-2017 da categoria. Na reunião, a principal queixa apontada pelos servidores foi o não oferecimento de reajustes dos salários, que se… (Comentário 0)

Veja também

Banner Central 620×106px

Saiu na Imprensa

SINTRASE realiza o 1º encontro sobre serviços públicos

SINTRASE na imprensa! (Fax Aju - 18 de maio) A abertura do Ciclo de Debates sobre Serviço Público,…
(Comentário 0)

Cadê o PCCV?

SINTRASE na imprensa! (Adiberto de Souza - 13 de maio)
(Comentário 0)

Renascer: salários serão pagos conforme acordo da CLT

SINTRASE na imprensa! (Infonet - 13 de maio)       "O Sindicato dos Trabalhadores nos Serviços…
(Comentário 0)

Jackson Barreto fala sobre o PCCV

  • PDF


Sintrase consegue parecer favorável aos empregados da Fundação Renascer

  • PDF

       O SINTRASE obteve nesta sexta, 13, mais uma liminar favorável ao funcionalismo público. Em decisão deferida pelo Juiz Ariel Salete de Moraes Junior, da 6ª Vara do Trabalho de Aracaju, os empregados celetistas da Fundação Renascer terão os prazos do pagamento dos salários e do terço de férias respeitados e assegurados, de acordo com a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT).

         Diante do requerimento protocolado pelo SINTRASE, a decisão judicial prevê o pagamento do salário dos empregados da Fundação até o 5º dia útil do mês subsequente e do terço de férias até dois dias antes do gozo. “O magistrado determinou o pagamento do salário e do gozo de férias de acordo com o regime da instituição, que é a CLT. Estes direitos não estavam sendo cumpridos, fato que foi reconhecido em juízo pelo órgão”, explicou o presidente, Diego Araujo.“Esta é mais uma conquista para esta parcela de servidores públicos. A Fundação Renascer, atualmente, era a única (instituição) que não estava obedecendo a legislação”, declarou.  

           A multa para descumprimento da decisão é de R$ 500,00 por cada infração, cujo valor  será computado já para o mês em curso.

alt

Em greve, servidores realizam protesto em frente ao Palácio Augusto Franco

  • PDF


PCCV Sintrase faz mais um ato para pressionar Governo

  • PDF


Protesto servidores ocupam entrada do Palácio dos Despachos

  • PDF


Página 1 de 4